Faça a sua festa!


Essa semana, a palpiteira Carol, no texto “A Rua é uma Festa”, escreveu sobre o novo fenômeno que acontece na cidade do Rio de Janeiro: a ocupação dos espaços públicos para a realização de diversas atividades, inclusive festas de aniversário. Hoje volto para falar sobre algo que tenho experimentado bastante nos últimos 5 anos, que é a realização de festas infantis caseiras. Aliás, esse texto também pode te ajudar, mesmo que queira fazer a festa na rua.

Sabemos que muitas pessoas realizam as festas de seus filhos em salões de festa profissionais, cheios de brinquedos, animadores e outros atrativos muito bem explorados pela garotada. Isso, na minha opinião, é sensacional pois te propicia a ser como um convidado dentro da sua própria festa. Chegamos na hora que marcamos para o início da festa e já está tudo pronto: comidas prontas e bebidas geladas. E depois vamos embora sem a necessidade de limpar o local ou guardar mesas e cadeiras.

Só tem um inconveniente para esse tipo de evento: o preço! Normalmente essas casas de festa cobram uma pequena fortuna para que tenhamos todo o conforto citado. Como eu nunca estive muito disposta a dispor desse alto valor, optei por realizar as festas de aniversário dos meus filhos em casa mesmo.

Tenho dois filhos, um de 5 e outra de 2 anos, e hoje, após cinco festas realizadas, considero que ganhei um certo know how no assunto. Afinal, quando realizamos uma boa festa ganhamos fama na família e passamos a organizar não só a festa dos filhos mas também as dos sobrinhos, amigos e afilhados. Hoje, já me consultam para saber a quantidade de bebida, comida, bolos, docinhos e lembrancinhas, onde confeccionar produtos personalizados ou obter determinado item que não é encontrado em lugar nenhum.

É claro que facilita o fato de eu conhecer de cor e salteado a famosa Rua da Alfândega, que aqui no Rio de Janeiro é bem conhecida por ser um local que reúne um grande número de comerciantes que vendem de tudo a um preço camarada. Para fazer um paralelo, é como se fosse a nossa 25 de Março lá de São Paulo.

Além dos locais já conhecidos para compra de itens de festa é possível consultar a boa e velha internet para buscar inspiração para a sua festa: basta digitar o tema que você quer e você terá diversas opções de decoração. São itens que muitas vezes podemos fazer com as nossas próprias mãos e com a ajuda das crianças. Elas adoram o processo de poder fabricar coisas para a sua própria festa.

Há também o grupo de mães Vendinhas Festas no Facebook onde podemos não só trocar experiências de onde comprar determinado produto, como podemos trocar, comprar e vender produtos que compramos em excesso, ou que podem ser reaproveitado em festas futuras, como por exemplo os itens de decoração. O painel da Minnie da festa da Joana pode ser o painel da festa da Carina. Basta acrescentar outros itens que a decoração já fica super original e nem um pouco repetitiva. Basta um pouco de criatividade.

Então está dada a receita do sucesso de toda festa infantil: agora é só empurrar os sofás para os cantos das paredes, dispor as cadeiras da mesa da sala e da cozinha pela casa, encher uns balões, montar aquela decoração inspiradora e acrescentar cachorro-quente, pipoca, pão de queijo, uma música infantil de fundo, alguns brinquedos dos próprios aniversariantes e… voilà! Temos uma tremenda festa.

Seguem 5 palpites, de lojas do Saara, incríveis para ajudar você na organização da sua festa:

1. Aidan Festas 

Rua da Alfândega, 207, Rua Senhor dos Passos, 193 e 264

2.Vista Verde 

Rua Buenos Aires, 290 – fundos

3. Guidavan 

Rua Buenos Aires, 206

4.Festas 234 

Rua da Alfândega, 332

5. Festas Mix 

Rua Senhor dos Passos, 107

Gisele Ferret

engenheira cartógrafa, carioca, mãe de Eric e Helena, dá nó em pingo d’água, é superfamília, nossa negra sem chapinha e, claro, palpiteira.

VEJA OUTROS PALPITES

DEIXE SEU PALPITE

Siga o Palpitando

Os Palpiteiros

Carol, Rafa, Gi, Marcos e Beta

Carol, Rafa, Gi, Marcos e Beta

Somos cinco amigos muito palpiteiros que gostariam de convidar todos para entrar nessa sala de estar virtual e, junto conosco, tornar-se um palpiteiro por aí...